Big Brother 'Desafio Final'

Nereida Gallardo desmente Gonçalo Quinaz e revela tudo: “Nunca quis ajudar com um euro”

Gonçalo Quinaz

Gonçalo Quinaz durante a sua participação no Big Brother – Desafio Final, voltou a falar da mágoa que carrega por não ter contacto com um dos seus filhos, fruto da relação com Nereida Gallardo. Em entrevista à CMTV, Quinaz declarou que está impedido de ver o filho há 8 anos e que o seu maior sonho era ter um momento com os três filhos. No entanto, Nereida pôs a boca no trombone e desmente o ex-futebolista, revelando a sua versão da história.

A mãe do meu filho não me deixa ser pai há oito anos. Se eu não quisesse ser pai era tão fácil, como outros casos que oiço, vive noutro país, se eu não quisesse não tinha lutado e nem tinha gasto o que gastei, para ter os meus direitos e deveres, porque um pai também tem deveres“declarou Gonçalo Quinaz a Duarte Siopa na entrevista exclusiva que concedeu à CMTV.

Nereida reagiu às declarações de Gonçalo Quinaz e na caixa de comentários de Duarte Siopa contou a sua versão da história: “Disse que esteve comigo 3 anos… Nós começámos a namorar em março de 2012. Engravidei em novembro e a nossa relação acabou definitivamente em abril de 2013. Antes disso, acabámos muitas vezes mais. O início da minha gravidez foi um inferno” começou por contar.

A ex-companheira de Gonçalo recorda as dificuldades que passou na gravidez e que nunca foi apoiada pelo ex-futebolista: “Segui em frente graças à minha família. Estive internada várias vezes por desidratação, porque vomitava tudo o que comia e bebia durante os primeiros 4 meses de gestação. Onde é que ele esteve? Veio ao hospital? Não! Podia contar mais mil e uma coisas…“.

Indignada, Nereida saiu ao ataque: “Esta pessoa não merece nada da minha parte nem da minha família. Deixa muito a desejar e mente em todas as palavras que saem daquela boca”.

Sobre as alegações de Gonçalo sobre a adoção do filho, Nereida volta a desmentir o ex-futebolista: “Ele não descobriu pela justiça, descobriu quando entrei com a ação e o Nairon tinha entre 5 e 6 anos. A minha advogada avisou-o e ele denunciou o meu marido. Onde esteve ele durante estes cinco anos? Para não querer saber nada de mim nem do meu filho?”

Sabe se ele teve algum problema de saúde? Se alguma vez foi operado? Sabe que o bebé esteve internado várias vezes, mas nem se preocupou. Também sabe que precisava de um leite especial e nunca quis ajudar com um euro. E ainda dizia que ele não ia ter o seu apelido!” acrescentou Nereida.

To Top