Big Brother 'Desafio Final'

Gonçalo Quinaz desmente aborto de Iara Dias: “Ninguém obriga ninguém a fazer um aborto”

Gonçalo Quinaz

A CMTV transmitiu esta manhã, 6 de junho, uma entrevista exclusiva de Gonçalo Quinaz. O ex.futebolista abriu o coração e falou de todas as polémicas. Quinaz desmentiu ter obrigado Iara Dias a fazer um aborto.

Esta manhã, 6 de junho, na ‘Manhã CM’ foi transmitida uma entrevista exclusiva que Gonçalo Quinaz concedeu a Duarte Siopa. Durante a entrevista o ex-futebolista recordou as polémicas em que se viu envolvido, nomeadamente com Iara Dias, que o acusou de a ter forçado a fazer um aborto.

Sobre a polémica com Iara Dias, em que alegadamente obrigou a jovem a abortar, Quinaz começou por dizer:”Aquilo que te posso dizer é que se nós formos ver ao longo destes anos foram-me atribuídas várias coisas: gravidezes, violência. Mas a verdade é que curiosamente são as pessoas que sempre quiseram estar comigo, são as pessoas que não sei porquê ao fim de um tempo, me querem difamar. Não consigo perceber o porquê, eu próprio vou sendo surpreendido por algumas coisas que vão saindo a meu respeito

A verdade é que se eu fosse essa pessoa, essas mesmas pessoas e outras não tinham a sede e a vontade de estar comigo como sempre demonstraram” garantiu o ex-comentador da CMTV, que não tem dúvidas que é alvo de acusações falsas por vingança: “Não consigo entender de outra forma“.

Sobre o aborto, Gonçalo garante não ter forçado Iara a abortar: “Para quem não sabe e eu passo a explicar: ninguém obriga ninguém a fazer um aborto. Até porque se recorreres a uma clínica – porque o aborto é legal – neste caso a senhora entra em clínica e, antes de dizer sim ou não, fala com um psicólogo e só depois daquilo que é dito é que se dá o ok ou não. Se a pessoa em questão fez um aborto ou não fez, eu não faço a mínima ideia. Se realmente estava grávida de mim ou não, eu não faço a mínima ideia, porque já fomos surpreendidos várias vezes com esses mesmos rumores em relação a outras pessoas. Portanto, não sei se isso corresponde à verdade. Da mesma forma que, se calhar, houve rumores em relação às outras pessoas, também poderia ser um rumor em relação a mim“.

To Top